Posts

Professora Isabela Pordeus é eleita vice-presidente da Sociedade Brasileira de Pesquisa Odontológica, maior divisão da International Assossiation of Dental Research (IADR) na América Latina

Durante a 33a. Reunião Anual da SBPqO a professora do OPO Isabela Almeida Pordeus foi empossada como vice-presidente da Sociedade para um mandato de 2 anos, após ser eleita com expressiva votação. Dos 929 sócios efetivos aptos a votar, 502 participaram da eleição que ocorreu no mês que antecedeu a reunião. A professora Isabela recebeu 387 dos 502 votos.

Isabela possui graduação em Odontologia pela Universidade Federal de Minas Gerais (1980), Mestrado em Odontopediatria pela Universidade de São Paulo (1986) e Doutorado em Epidemiology and Public Health pela University College London (1991). É professora titular em Odontopediatria da Faculdade de Odontologia da Universidade Federal de Minas Gerais, tendo uma trajetória de destaque nas representações acadêmicas junto a órgãos internos e externos à UFMG, em âmbito nacional e internacional. Coordenou a Área de Odontologia na CAPES (Triênios 2008/2010 e 2011/2014), tendo sido representante titular da Área de Ciências da Vida na Câmara de Ensino Superior do Conselho Técnico-Científico (CTC-ES) (Períodos 2008/2010 e 2011/14). Pertence ao Educational Committee da Organization For Safety And Assepsis Procedures-OSAP. Foi Diretora-Adjunta de Relações Internacionais da UFMG (Período 2006-2009) e Pró-Reitora Adjunta de Pós-Graduação da UFMG (Período 2009-2010). Coordenou e planejou a instalação do Espaço TIM UFMG do Conhecimento (Período 2007-2009). Atualmente compõe o Comitê de Assessoramento – Área de Odontologia (CA-OD) do CNPq e é Coordenadora do Colegiado do Programa de Pós-Graduação em Odontologia da UFMG.

Além das funções administrativas, Isabela é uma profissional bastante atuante na interface Odontologia, Epidemiologia e Ciências Sociais, versando sua linha de investigação principalmente sobre os seguintes temas: promoção da saúde, qualidade de vida, epidemiologia da saúde e biossegurança. Como resultado de sua atuação em pesquisa, é também bolsista de produtividade em pesquisa nível 1B do CNPq.